187

Tudo que Você Precisa Saber Sobre Fundos de Investimento

Um dos muitos tipos de investimentos disponíveis em nosso mercado financeiro é o fundo de investimento.

Fundo de Investimento é uma comunhão de recursos, captados de pessoas físicas ou jurídicas, com o objetivo de obter ganhos financeiros a partir da aplicação em títulos e valores mobiliários. Isto é: os recursos de todos os investidores de um fundo de investimento são usados para comprar bens (títulos) que são de todos os investidores, na proporção de seus investimentos.

Entenda melhor o que é o Fundo de Investimento

O fundo de investimento é um mecanismo que reúne o dinheiro de diversas pessoas (cotistas) com o objetivo contratar um gestor para cuidar do dinheiro ali investido. O objetivo final dos cotistas é obter ganhos a partir da aplicação no mercado financeiro.

Popularmente, comparam esse mecanismo a um condomínio: cada condômino é dono de uma cota (um apartamento) e paga a alguém (síndico ou administrador) para administrar e coordenar as diversas tarefas do condomínio.

Ao comprar cotas de um determinado fundo, o cotista aceita suas regras de funcionamento (aplicação, resgate, horários, custos, etc), e passa a pagar uma taxa de administração para que um administrador coordena o funcionamento do fundo.

Esses gestores são os profissionais responsáveis por gerar rentabilidade e controlar o risco da carteira. Eles são credenciados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e acompanham diariamente os recursos do fundo, avaliando as opções existentes, cenários, acontecimentos políticos e econômicos, e possuem poder de tomada de decisões de investimento.

Com essa forma de investimento coletiva, é possível aplicar em diversos tipos de produtos financeiros, com diferentes graus de rentabilidade e risco, sem precisar de grandes valores. Além disso, você terceiriza o complexo trabalho de gestão para um profissional.

Quais são os tipos de Fundos existentes?

A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) divide a indústria de fundos em 10 classes, são elas:

  1. Renda Fixa;
  2. Ações;
  3. Multimercados;
  4. Cambial;
  5. Previdência;
  6. ETF;
  7. FIDC – Fundo de Investimento em Direito Creditório;
  8. FIP – Fundo de Investimento em Participações;
  9. FII – Fundo de Investimento Imobiliário;
  10. Off Shore.

 

O melhor investimento é aquele que combina com o seu perfil. Se, por exemplo, você é mais conservador(a), os fundos de renda fixa, podem ser uma boa opção para você, já que eles são considerados de risco menor.

Tributação do Fundo de Investimento

O fundo em si é isento de Imposto de Renda sobre os ganhos que acumula, ou seja, o fundo não recolhe IR quando vende um ativo para comprar outro. O ganho das operações vai ficando acumulado na valorização das cotas, e o fundo vai armazenando o imposto que seria devido pelo cotista, um sistema conhecido como come-cotas.

Aplicação inicial

Em geral, o valor mínimo exigido para a primeira aplicação realizada no fundo é maior que o valor mínimo para as aplicações seguintes.

O valor varia de acordo com o tipo de fundo e caso você seja iniciante, a dica é optar por investimentos com baixa aplicação inicial.

Liquidez

Alguns fundos têm maior liquidez, com prazos de resgate de um ou poucos dias. Outros investem os recursos em operações de prazo mais longo e, por isso, determinam um prazo de resgate maior.

Taxa de performance

O fundo de investimento fixa um indicador de resultado, chamado de “benchmark”. Caso o investimento tenha uma rentabilidade superior ao valor definido no indicador, é cobrada uma taxa sobre o excedente, conhecida como taxa de performance.

É uma espécie bônus ao gestor do fundo pelo bom trabalho.

Cotização

A cotização o processo de troca de dinheiro por cotas ou cotas por dinheiro. Na maioria dos fundos, a cotização é diária, ou seja, existe apenas um valor de cota para cada dia útil. (os ETFs são exceção a essa regra). Esse processo é importante caso você queira resgatar seu dinheiro, por exemplo.

Conclusão: E agora, pronto para investir?

Agora que você já sabe tudo sobre Fundos de Investimentos, é só analisar qual se encaixa melhor dentro do seu perfil e seus objetivos e começar!

Por: Super Investidores

Recomendações:

Super Investidores 02 de maio de 2019 Fundo de InvestimentoInvestimentosMercado

Acreditamos que a Educação Financeira é fundamental para potencializar os Investimentos dos brasileiros. Nosso Blog tem o objetivo de ampliar seu conhecimento financeiro por meio dos nossos artigos, que são abordados com uma linguagem simples e sem “financês”.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Não existem comentários
Informe seu e-mail para receber as novidades